Caminhadas e Trilhas

Unimed Sul Capixaba

NOTÍCIAS


29.10.2009

Emprego nas florestas do Mico-Leão-Dourado. Veja mais!

 

 

EDITAL DE SELEÇÃO

COORDENADOR DO PROGRAMA DE CONSERVAÇÃO EM TERRAS PRIVADAS

Localização: Município de Silva Jardim e região da bacia hidrográfica do rio São João, Rio de

Janeiro.

Associação Mico-Leão-Dourado - AMLD

A AMLD encontra-se sediada na Reserva Biológica de Poço das Antas/ICMBio (Silva

Jardim/RJ). Temos como missão conservar a biodiversidade da Mata Atlântica com ênfase na

proteção do mico-leão-dourado em seu habitat natural. Nossa meta é estabelecer até o ano 2025,

uma população viável constituída por, pelo menos, 2.000 micos-leões-dourados vivendo

livremente em 25.000 hectares de florestas protegidas e interligadas na atual região de ocorrência

da espécie. Para isso, desenvolvemos ações de manejo e conservação da espécie, restauração de

habitat, proteção de áreas naturais, educação ambiental, agroecologia, políticas públicas,

fortalecimento institucional e mobilização social dentre outras. Maiores informações podem ser

acessadas em www.micoleao.org.br.

Responsabilidades:

O coordenador do Programa de Conservação em Terras Privadas responde pelas ações em

parceria com os proprietários rurais da região, em especial pelos trabalhos de restauração

florestal, criação de RPPN (Reservas Particulares do Patrimônio Natural) e adequação ambiental.

Este coordenador trabalha em conjunto com os demais Programas da AMLD e colabora com

instituições parceiras. Promove o refinamento e aplicação da estratégia institucional de

conservação em terras privadas. Tem responsabilidade de coordenar a equipe técnica de

restauração florestal, coordenar a elaboração e implementação de projetos de restauração

florestal e conservação da biodiversidade com foco em análises espaciais, plantio, manutenção e

monitoramento de corredores florestais, adequação ambiental da propriedade rural, restauração

de Áreas de Preservação Permanente (APP) e averbação de Reserva Legal (RL); assessorar

tecnicamente a criação, ampliação e o manejo de Unidades de Conservação, em especial RPPN;

utilizar ferramentas de SIG (Sistema de Informações Geográficas) para diagnóstico, valoração e

planejamento integrado da paisagem, visando otimizar ações de restauração florestal e

conservação da biodiversidade, com produção de peças cartográficas; promover incentivos

econômicos para a conservação em terras privadas, como o pagamento por serviços ambientais;

promover a capacitação comunitária para restauração florestal e de profissionais para a utilização

de SIG; contribuir para a formação e o fortalecimento de parcerias com proprietários rurais,

institutos de pesquisas e universidades, órgãos públicos e privados, outras ONG etc.; elaborar

relatórios técnicos e financeiros para financiadores de projetos; divulgar cientificamente os

trabalhos do Programa e promover a comunicação do Programa com o público em geral;

representar a instituição em eventos específicos e na recepção de visitantes e profissionais

interessados nas atividades do Programa; participar de colegiados regionais e nacionais ligados à

conservação; captar e mobilizar recursos de financiadores públicos e privados para os projetos

em terras privadas.

Qualificação:

Formação acadêmica em Ecologia, Biologia, Engenharia Florestal, Geografia ou áreas afins,

preferencialmente com Especialização ou Pós-Graduação em Geoprocessamento.

Requisitos Indispensáveis:

- Conhecimento sobre restauração da Mata Atlântica; instrumentos de conservação em terras

privadas, como RPPN, APP e RL, incentivos econômicos e pagamento por serviços ambientais.

- Conhecimento sobre Ecologia de Paisagens.

- Domínio de softwares aplicados a Sistema de Informação Geográfica (SIG), em especial

ArcGIS 9 x, sensoriamento remoto, experiência em representação cartográfica e amplo

conhecimento em questões geodésicas e informação geográfica (projeção cartográfica, conversão

de referenciais, datum).

- Fluência na comunicação escrita e oral

- Habilidades para coordenar e trabalhar em equipe

- Condições físicas e mentais para trabalho diário na zona rural (sede da AMLD)

- Disponibilidade para residir na região

- Iniciativa, dinamismo, pontualidade e criatividade

- Disponibilidade para trabalho de campo e viagens nacionais e internacionais

- Carteira Nacional de Habilitação

Requisitos Desejáveis:

- Fluência na língua inglesa

- Pró-atividade e solicitude

- Espírito de liderança

- Habilidades para o treinamento de outros profissionais

- Habilidades para trabalhar sob pressão

- Habilidades em lidar com a imprensa

- Versatilidade para atuar em diversas frentes de trabalho

Oferecemos:

Remuneração compatível com o mercado de trabalho das organizações não governamentais

ambientalistas, transporte, equipe integrada e experiente, tecnologias de ponta em biologia da

conservação, ambiente de trabalho amigável e produtivo, oportunidades de treinamento

profissional e de interação com conceituadas instituições e profissionais nacionais e

internacionais, e de viagens nacionais e internacionais.

Interessados devem enviar os documentos abaixo para anamaria@micoleao.org.br, até 15 de

novembro de 2009. Por favor, intitule a mensagem: Coordenador de Conservação em Terras

Privadas:

Currículo (máximo de cinco páginas);

Carta de apresentação demonstrando aptidão ao cargo; e

No mínimo, uma carta de recomendação.

Informações adicionais pelo telefone (22) 2778-2025 ou pelo e-mail acima, com Ana Maria Godoy.

 

 

Caminhadas e Trilhas

Todos os direitos reservados © 2016 Caminhadas e Trilhas.