Caminhadas e Trilhas

Unimed Sul Capixaba

NOTÍCIAS


02.09.2007

À espera do Imposto de Renda Ecológico !

 

 

Avança na Câmara dos Deputados a tramitação do IR Ecológico, apelido do projeto de lei 5.974/05, que institui incentivos fiscais para doações e patrocínios a programas ambientais previamente aprovados pelo setor público.

O benefício tributário deve impulsionar o apoio financeiro a ações pró-meio ambiente. Empresas apontam a falta de incentivo como limitador dos investimentos na área ambiental, diz Alexandre Prado, gerente de Economia da Conservação Internacional e coordenador do movimento pelo IR Ecológico.

"Não sabemos quanto as empresas estariam dispostas a doar. Hoje, as ONGs do setor têm orçamento anual de R$ 150 milhões a R$ 200 milhões. Se com a lei atrairmos a mesma quantia, teremos o dobro de recursos".

Dia 29.08 último, a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara aprovou o IR Ecológico por unanimidade. O projeto já passou pelo Senado e pelas comissões de Meio Ambiente e Finanças da Câmara. O próximo passo é a aprovação em plenário.

O IR Ecológico prevê dedução por pessoas físicas de até 80 % das doações e 60% dos patrocínios a projetos aprovados pelo Ministério do Meio Ambiente. O teto é 6 % do imposto devido. As empresas poderão deduzir 40 % das doações e 30 % dos patrocínios, limitado a 4% do IR.

O meio ambiente agradece.   

 

 

Caminhadas e Trilhas

Todos os direitos reservados © 2016 Caminhadas e Trilhas.