Caminhadas e Trilhas

Unimed Sul Capixaba

Notícias


10.01.2012

Ong apoia Teatro na praia

 

 

“Grupo Maratimba de Teatro” encena história fantasmagórica da Bacia Hidrográfica do Rio Itapemirim.

 

A ONG “Caminhadas e Trilhas Peserve” apresenta o “Grupo Maratimba de Teatro” com entrada franca para assistir a estreia do espetáculo “O Fantasma do Rio Itapemirim”, nos próximos dias 19 e 24 de janeiro, às 20 horas, dentro do “Projeto Cultura na Praça”, na Praia Central de Marataízes.


A iniciativa é uma proposta de Cultura Ambiental voltada para a preservação da Bacia Hidrográfica do Rio Itapemirim, suas nascentes e afluentes, partida de uma ideia do presidente da Ong, João Luiz Madureira Junior e do fiscal ambiental e teatrólogo Marcelo Sonsim. O grupo é formado por artistas que residem na cidade de Marataízes, e que apostaram na idéia de investir tempo e dinheiro em arte voltada para a Cultura Ambiental.
“O Fantasma do Rio Itapemirim” é um espetáculo infanto-juvenil de 45 minutos, referenciado nas técnicas do teatro ancestral de dois mil anos antes de Cristo, no Antigo Egito, usado para animar e comunicar ideias e necessidades daquela sociedade. Atentos às tendências mundiais do teatro de animação e utilizando as técnicas do “Teatro de Bonecos Habitáveis”, os atores dramatizam a história do surgimento do Rio Itapemirim, desde os tempos diluvianos, a partir de uma lenda indígena brasileira (Torá), até o momento atual em que está mortificado pelo terrível fantasma do poder econômico e político.


O texto homenageia o famoso cronista cachoeirense, Rubem Braga, através de uma releitura literária. As máscaras, figurino e adereços da montagem vieram do Canadá, com apoio da empresa do cachoeirense Felipe Mignoni, a sonoplastia foi produzida pelo mídia e publicitário Marcelo Garruth, e, a produção de arte das fotografias foram realizadas debaixo de chuva, no cais da Barra de Marataízes, no casarão do Palácio das Águias e nas ruínas do Trapiche pelo produtor cultural Marcelo Messias.


Disse o ator e artista plástico Ricardo Paes, morador da localidade do Siri, quem faz o papel do fantasma, personagem principal do espetáculo que, “O Teatro de Bonecos Habitáveis ganha existência no palco por meio do movimento, narra história e transcende a realidade, metamorfoseando o real em momentos de magia e sedução. Mas ele também tem um alto potencial educativo, podendo se converter em poderoso instrumento nas mãos de um bom educador”, disse Ricardo.

 

Já o autor da peça e fiscal ambiental Marcelo Sonsim, disse “Escrevi esta peça pensando na Bacia Hidrográfica do Rio Itapemirim, porque a água é um recurso indispensável a nossa sobrevivência e preservação da vida. Este recurso natural está cada vez mais caro, para nós consumidores e, contaminado por ações impactantes do homem. Hoje, não é só a escassez de água que nos preocupa mas, também sua toxicidade. Sérios problemas de abastecimento de água em diversas regiões do Brasil, já são identificados e conhecidos por todos pela imprensa. Recentemente, em Marataízes, neste último ano de 2011, tivemos muitos prejuízos com a seca e muitos agricultores me procuraram para buscar soluções e irrigar suas lavouras. Infelizmente, hoje, todo o País só tem olhos para o petróleo e o gás. Mas não beberemos nenhum destes recursos. Por isto, nosso maior desejo é nos apresentarmos em todas as cidades que compõem a Bacia, desde Laginha, em Minas Gerais, onde o rio nasce, até o cais da Barra, em Marataízes, onde ele desemboca”, conta o diretor Marcelo Sonsim.


Para o presidente da Ong Caminhadas e Trilhas Preserve, João Luiz Madureira Jr, “É preciso que alguns empresários acreditem que vale a pena investir sua marca em Arte e Cultura, pois ações de Marketing Cultural propiciam visibilidade e credibilidade para qualquer empresa que associe sua marca ao Teatro, conquistando valores como respeito de seu público alvo, modernidade, competência e responsabilidade sócio-ambiental”, disse João Luiz.
A peça estréia em Marataízes e seguirá turnê por várias cidades do Estado.

 

Contatos para apresentações pelo e.mail: masonsim@hotmail.com

 

Serviço:

 

Peça: “O Fantasma do Rio Itapemirim”
Companhia e Elenco: Grupo Maratimba de Teatro
Texto e Direção: Marcelo Sonsim
(ator, diretor, escritor, professor especialista em gerenciamento de projetos e fiscal ambiental)
Releitura Textual de: Rubem Braga (cronista)
Estreia: Ricardo Paes (artista plástico e ator)
Bonecos e Adereços: Felipe Mignoni (empresário)
Fotografia: Marcello Messias (fotógrafo e produtor cultural)
Assistência de Direção: Luciano Pereira
(ator, diretor, escritor, professor especialista em Língua Inglesa e empresário cultural)
Sonoplastia e Mídia: Marcelo Garruth (mídia e publicitário)
Composição de Imagem de Arte: Roberto Carlos Farias
(ator, professor especialista em Literatura e Bacharel em Artes Visuais)
Produção Executiva: Fábio Rocha
(ator, professor especialista em Literatura e produtor cultural)
Coreografia e Expressão Corporal: Marcelo Sonsim
Aderecista carnavalesco: George Rodrigues (Hair Designer)
Projeto Gráfico: Marcelo Messias
Apoio Institucional: ONG Caminhadas e Trilhas Preserve

 

Local: Tenda Cultural, Praia Central, Marataízes
Datas: 19 e 24 de janeiro
Horário: 20 horas
Entrada Franca

 

 

 

 

 

  Contam os velhos índios Aimorés

 

 

 

 

Caminhadas e Trilhas

Todos os direitos reservados © 2016 Caminhadas e Trilhas.