Caminhadas e Trilhas

Unimed Sul Capixaba

NOTÍCIAS


04.06.2011

Espírito Santo amplia cobertura florestal !

 

 

Governo do Espírito Santo investe R$ 200 milhões para ampliar cobertura florestal
03/06/2011 - 14:06
 
Thiago Guimarães/Secom
O Pagamento por Serviços Ambientais é o principal destaque do Programa.
O Pagamento por Serviços Ambientais é o principal destaque do Programa.

Potencializar os esforços para a preservação da mata atlântica integrando as iniciativas estaduais que visam à conservação e recuperação dos recursos naturais. Esta é a proposta do Programa Estadual de Ampliação da Cobertura Florestal, lançado nesta sexta-feira (03), no Palácio Anchieta, durante a abertura da Semana Estadual do Meio Ambiente. A solenidade contou ainda com a entrega de cheques de Pagamento por Serviços Ambientais a produtores rurais e o lançamento de um novo edital do Fundo Estadual de Recursos Hídricos (Fundágua). Com orçamento inicial de R$ 200 milhões, a meta é ampliar a cobertura florestal em até 30 mil hectares até 2014.

O evento contou com a presença do governador Renato Casagrande, do vice-governador Givaldo Vieira, do secretário de Estado do Meio Ambiente, Paulo Ruy Vallim Carneli, do diretor presidente do Iema, Aladim Fernando Cerqueira, do secretário de Estado da Agricultura, Enio Bergoli, do presidente da Companhia Espírito Santense de Abastecimento (Cesan), Neivaldo Bragato, do senador Ricardo Ferraço e do empresário Eliezer Batista, além gestores ambientais e representantes do setor empreendedor e de ONGs de todo o Estado.

Renato Casagrande afirmou que esta iniciativa não será destinada apenas à conservação, mas que também terá o objetivo de dar oportunidade de melhoria da qualidade de vida dos produtores rurais. Ele lembrou que a economia brasileira tem balanço de carbono desfavorável e o contraponto é importante para que haja o equilíbrio na redução da emissão de gases para a atmosfera. “Cuidando das florestas, estamos colaborando com diversas outras alternativas e propostas de conservação do meio ambiente”, concluiu o governador.

Ampliação da Cobertura Florestal

O Programa de Ampliação da Cobertura Florestal integra o quadro de projetos estruturantes do Plano de Governo Novos Caminhos (2011-2014) e é composto por seis linhas de atuação. Seu principal destaque é o Pagamento por Serviços Ambientais (PSA), que terá sua aplicação e metodologia ampliadas.

“O Governo está consultando as comunidades nas audiências do PPA, colocando o que planejamos para conhecimento e debate e permitimos que a sociedade dê sua opinião sobre o que é importante. E este Programa sendo está sendo escolhido como um dos preferidos. Já tínhamos experiência de projetos anteriores. Hoje, por exemplo, estamos entregando cheques simbólicos do PSA a produtores rurais. Não pode haver antagonismo entre produção no campo e florestas”, disse o secretário de Meio Ambiente, Paulo Ruy Carneli.

O secretário de Agricultura, Enio Bergoli, ressaltou que com esse programa, o Governo do Espírito Santo dá um exemplo para o País na ação do reflorestamento. "Temos muitas áreas abertas que necessitam da ampliação florestal e contamos com tecnologia para reverter isso. Tudo com o objetivo de recuperar com geração de emprego e renda", disse.

“É sempre bom participar de inauguração de obras de infraestrura ou de estradas, mas de um programa como esse é algo diferente. Cumprimento o Governo pela decisão e pela escolha de um projeto como este, ousado, de plantar 30 mil hectares em quatro anos”, disse o senador Ricardo Ferraço.

Durante a cerimônia, uma importante ação do Programa foi destaque, com a assinatura do termo que autoriza a publicação do edital de contratação para elaboração de um novo mapeamento do uso solo, o que irá permitir identificar e monitorar o avanço da cobertura florestal no Espírito Santo.

O Programa Estadual de Ampliação da Cobertura Florestal é uma parceria entre a Seama, por meio do Iema, a Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca, a Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan) e o Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), e conta com apoio do Banco Mundial e do setor privado.

 

 

Caminhadas e Trilhas

Todos os direitos reservados © 2016 Caminhadas e Trilhas.